Archive for the 'imperativo' Category

Imperativo – Questão Comentada – FCC

.

…………….“Não te ……………………… destruir…

…………….Ajuntando novas pedras

…………….E construindo novos poemas.

…………….……………………. tua vida, sempre, sempre.

…………….………………………. pedras (…)”

(Cora Coralina. “Aninha e suas pedras”, Op. cit., p.148)

.…………Preenchem corretamente as lacunas dos versos acima, na ordem dada:

.a) deixas   /   Recrie   /   Remove

b) deixe   /   Recrie   /   Remova

c) deixes   /   Recria   /   Remova

d) deixes   /   Recria   /   Remove

e) deixe   /   Recria   /   Remove

Read more…

posted by joao_bolognesi in Análise morfológica,Questão Comentada,Verbo,imperativo and have Comment (1)

Desafio

DESAFIO  VERBO

.

O verbo, nos estudos gramaticais, tem a potência nuclear do sol. A prova maior disso é que ele cria um sistema exigente, com formas especiais e variados níveis de dependências e de correlações. Você está diante de uma seleção de 10 questões. Em cada questão uma face do verbo.

No final, após a conferência do gabarito, contabilize os acertos e faça sua avaliação.

Caso tenha ficado alguma dúvida, mande-a.

Boa sorte!

.


QUESTÃO 1

(Tópico gramatical: identificação do mesmo tempo e modo verbais)

1. (FCC) Na Antiguidade, os egípcios tinham nas letras um objeto sagrado, inventado pelos deuses.

O verbo flexionado nos mesmos tempo e modo em que se encontra o grifado acima está em:

a) Por meio da observação do cérebro de crianças e adultos, verificou-se de forma bastante clara …

b) … que o ato de escrever desencadeia ligações entre os neurônios …

c) Com a digitação, essa área fica inativa.

d) … a caligrafia constava entre as habilidades…

e) … entre as gerações que chegam aos bancos escolares.

.

.

QUESTÃO 2

(Tópico gramatical: conjugação verbal, verbo irregular)


2. (NCE) No trecho “(…) uma oração que sacie nossa fome de transcendência”, encontra-se o verbo saciar, que é regular. Pelo modelo do verbo saciar também se flexionam os verbos da opção:

a) ansiar, negociar, caluniar, rodopiar

b) assobiar, odiar, amaciar, desviar

c) policiar, aliviar, incendiar, contrariar

d) anunciar, remediar, espiar, acariciar

e) arriar, apreciar, renunciar, vigiar

.

.

QUESTÃO 3

(Tópico gramatical: regência, verbo transitivo direto/indireto, objeto direto/indireto)

3. (FCC) Preços mais altos proporcionam aos agricultores incentivos

A regência verbal assinalada acima está reproduzida em:

a) …mudanças relativamente pequenas nos mercados de alimentos desencadearam fortes altas nos preços.

b) .. esses gigantes não importam muitos alimentos.

c) … o que torna mais fácil a tarefa ...

d) Mas eles também impõem custos aos consumidores…

e) …quase dobrar os preços mundiais dos alimentos duas vezes em quatro anos …

.

.

QUESTÃO 4

(Tópico gramatical: classificação de tempo e modo verbais)

4. (ESAF) Julgue certo ou errado.

“Essa multiculturalidade, para qual muitas vezes torcíamos/torcemos os narizes, está em nossa própria vida local.”

A dupla possibilidade verbal que o texto oferece, “torcíamos/torcemos” envolve variação no tempo e modo verbais, mas preserva a pessoa gramatical.

.

.

QUESTÃO 5

(Tópico gramatical: concordância verbal)

5. (FCC) As normas de concordância verbal estão plenamente respeitadas na frase:

a) A esperança de que circulem livremente todas as ideias e informações devem alimentar todo jornalista responsável.

b) Não compete aos homens públicos tratar as informações de interesse social como se fossem de interesse público.

c) Incluem-se entre as responsabilidades dos jornalistas o respeito que devem estes às suas fontes.

d) Ainda que hajam interesses particulares em jogo, os jornalistas devem considerar o interesse público das notícias.

e) Debateu-se três grandes temas, na RDLI, referentes aos direitos que todo e qualquer jornalista deve levar em conta.

.

.

QUESTÃO 6

(Tópico gramatical: regência, verbo transitivo direto, objeto direto)

6. (FCC) Não admite a voz passiva a frase:

a) O autor do texto estabelece uma distinção entre dois tipos de economistas.

b) Toda medida econômica deveria pressupor um padrão ético de base.

c) A um economista ético não ocorrem soluções meramente técnicas.

d) A defesa da identidade nacional refrearia o ritmo do desenvolvimento?

e) Os economistas éticos costumam enfrentar os desafios da modernidade.

.

.

QUESTÃO 7

(Tópico gramatical: conjugação verbal, modo imperativo)

7. (VUNESP) Com a substituição de você por tu, a frase “Vá em frente, viva a sua vida, é uma boa vida – você não precisa de mitologia”, deverá, obedecendo à norma culta, ser:

a) Vais em frente, vives a tua vida, é uma boa vida – tu não precisas de mitologia.

b) Vai em frente, vive a tua vida, é uma boa vida – tu não precisas de mitologia.

c) Vai em frente, vivas a tua vida, é uma boa vida – tu não precisará da mitologia.

d) Vá em frente, vivas a sua vida, é uma boa vida – tu não precisarás da mitologia.

e) Vá em frente, vive a tua vida, é uma boa vida – tu não precisas de mitologia.

.

.

QUESTÃO 8

(Tópico gramatical: o significado do tempo e modo verbais)

8. (FCC) Apesar de sua péssima fama, que atravessara o século XIX e permanecia ao longo da primeira década do século XX …

O emprego dos tempos dos verbos grifados acima indica, respectivamente,

a) fato a se realizar no futuro e ação repetitiva no passado.

b) situação presente e ação habitual também no presente.

c) ação realizada no presente e situação passada, sob certa condição.

d) fato habitual, repetitivo, e desejo de que uma ação se realize.

e) tempo passado anterior a outro e ação contínua na época referida.

.

.

QUESTÃO 9

(Tópico gramatical: particípio, formas abundantes, particípio regular/irregular)

9. (VUNESP) O particípio verbal está corretamente empregado em:

a) Não estaríamos salvados sem a ajuda dos barcos.

b) Os garis tinham chego às ruas às dezessete horas.

c) O criminoso foi pego na noite seguinte à do crime.

d) O rapaz já tinha abrido as portas quando chegamos.

e) A faxineira tinha refazido a limpeza da casa toda.

.

.

QUESTÃO 10

(Tópico gramatical: regência, verbo transitivo direto/indireto, objeto direto/indireto)

10. (FGV) Mesmo assim, não conseguiram atender a toda a demanda de pessoal qualificado identificada pelo setor.

Independentemente da mudança de sentido provocada em relação ao texto, assinale a alternativa que, com a alteração do verbo sublinhado no trecho acima, NÃO tenha mantido correção gramatical.

a) Mesmo assim, não conseguiram obedecer toda a demanda de pessoal qualificado…

b) Mesmo assim, não conseguiram assistir a toda a demanda de pessoal qualificado…

c) Mesmo assim, não conseguiram assistir toda a demanda de pessoal qualificado…

d) Mesmo assim, não conseguiram aspirar a toda a demanda de pessoal qualificado…

e) Mesmo assim, não conseguiram almejar toda a demanda de pessoal qualificado…

.

.

AVALIAÇÃO

Read more…

posted by joao_bolognesi in Análise Sintática,Análise morfológica,Concordância Verbal,Desafio,Regência,Verbo,Voz Passiva,conjugação verbal,imperativo and have Comments (6)

Conjugação do imperativo

Professor,
sobre o modo imperativo, na frase em que TU é o interlocutor, como fica o verbo “ser” na seguinte frase:
Pega teu livro, estuda e ……o melhor da classe.
Suely

Read more…

posted by joao_bolognesi in Dúvidas,conjugação verbal,imperativo and have No Comments

Imperativo

Professor,
qual é o erro desta frase: “Fazeis o que vos manda a consciência, e não fazeis o que convém ao apetite”?
Leil

Leil,
na frase há uma falha de flexão. O imperativo afirmativo do pronome “vós” sai da conjugação do presente do indicativo, menos a letra “-s” terminal:

presente do indicativo => vós fazeis
imperativo afirmativo => fazei

A frase correta inicia-se assim: “Fazei o que vos manda a consciência…”.

Na sequência, há outro erro no uso do imperativo, só que agora é o imperativo negativo. Novamente é necessário recorrer a outro tempo para a formação: do presente do subjuntivo forma-se o imperativo negativo. Informação importante: sem cortar a letra “-s” terminal.

Assim, temos:

. presente do subjuntivo => que vós façais

. imperativo negativo => Não façais

O trecho plenamente correto assim deve ficar: “Fazei o que vos manda a consciência, e não façais o que convém ao apetite”.

O imperativo tem seus segredos e isso se torna mais complexo quando o tratamento é vós.

.

posted by joao_bolognesi in Dúvidas,conjugação verbal,imperativo and have No Comments